Caixa de som flutua enquanto toca música

Gustavo Ats
Caixa de Som bola (Foto: Divulgação)
Caixa de Som bola (Foto: Divulgação)

Design
Imagine uma pokebola, só que em vez de ter uma parte vermelha e uma branca, as duas metades da bola brancas e o meio preto... Imaginou? Pois é. Você está vendo agora uma dessas caixas de som. Quem acha que estamos brincando, veja a foto abaixo e comprove.
caixa de som bola 2 (Foto: Divulgação)

caixa de som bola 2 (Foto: Divulgação)

O acabamento e a construção do aparelho são muito bons e totalmente a prova d'água. Aliás, o acabamento dessa mistura de pokebola com Jabulani merece uma atenção especial de quem vai comprá-la, pois ela é quase perfeita.
Na hora que você termina de usar a caixa, é possível remover a tampa do autofalante para secar a água que entra ali. Faça isso para que o autofalante não seja danificado.
Essa é só uma parte do aparelho. Acontece que ela recebe as músicas via sinais de rádio-frequência a partir de um transmissor que fica em terra firme.
Esse transmissor não é tão interessante quanto a bola. Apesar de ter o acabamento perfeito, o design dele não é tão atrativo. A verdade é que ele só tem um dock para mp3 players (qualquer um) e uma prancha preta que serve para deixar o gadget apoiado. Bem sem graça.
Desempenho
Movido a 6 pilhas AA o aparelho não parece ter um som muito poderoso, mas só parece. O som gerado pelo pequeno autofalante é bem alto e tem boa definição. O dock também tem boa recepção de sinal (50m segundo o fabricante) e quase não recebe interferências.
dock funciona bem com vários tipos de Mp3 players e com iPod mas não consegue controlar as funções do aparelho. Acontece que ele é ligado na saída de fone de ouvido e isso nos decepcionou um pouco.
Caixa de som bola 3 (Foto: Divulgação)
Caixa de som bola 3 (Foto: Divulgação)
Colocamos o dock na piscina e tentamos afundá-lo. A tarefa é difícil e mesmo virado de ponta-cabeça o aparelho continuou tocando. O único cuidado é não virar o autofalante para baixo, não que ele se estrague, mas é que com o falante debaixo d'água o som fica inaudível.
Apesar de ser projetado para uso em águas mais calmas, a bolinha se dá bem em piscinas movimentadas. O problema é que o som vai pra lá e pra cá junto da bola.
Uma coisa que decepcionou um pouco foi a autonomia das pilhas. Mais ou menos três horas tocando música e pronto, já é preciso trocar as 6 pilhas que a bola usa. Já o transmissor pode ser ligado direto na energia, com uma fonte inclusa. Você também pode usar 4 pilhas AA no aparelho.
Custo-benefício
Se você tem uma piscina em casa e gosta de dar festas nela, este aparelho vai ser um bom destaque. Por R$ 400,00. Bom, nada é perfeito né?!

0 comentários:

Postar um comentário