INDICO: Livros Baseados em Fatos Reais

Christiane Vera Felscherinow mais conhecida como Christiane F., (Hamburgo, 20 de maio de 1962), é uma alemã viciada em heroína, que se tornou célebre por contribuir para o livro autobiográfico Wir Kinder vom Bahnhof Zoo, publicado e editado pela revista alemã Stern em 1978 e que descreve sua luta contra o vício durante a adolescência.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Christiane_F.


       Vinte e cinco anos após a primeira edição de A Ilha, verdadeiro best-seller da reportagem escrito pelo também autor de Chatô, Corações Sujos (Prêmio Jabuti 2001) e Olga, o jornalista Fernando Morais desembarca novamente em Cuba para implementar esta trigésima edição com a descrição dos efeitos causados pela queda da União Soviética, até então patrocinadora oficial da economia Cubana, ao último bastião comunista do ocidente.

                Resultado de três meses de trabalho na Ilha de Fidel, em pleno clima de guerra fria e de repressão militar no Brasil, a edição número um da obra, publicada pela primeira vez em 1976, se tornou rapidamente uma bandeira do braço esquerdo da política, sendo traduzida nos Estados Unidos e em muitos países da Europa e da América Latina.
                O autor fala dos jovens, das drogas, da saúde, de analfabetismo, do papel da mulher, de AIDS, de liberdade de expressão, da economia e da reforma agrária na Ilha que nascia como uma criança prodigiosa na qual todos vislumbravam um potencial gigantesco. 
                Já a Cuba revisitada por Fernando , no entanto, é a prova , nem tão viva, mais enferma, de tudo o que o imperialismo capitalista é capaz de fazer para subjugar todos à sua ideologia. 
                O Autor reencontrou uma Cuba destroçada e envelhecida, onde as novas gerações , os filhos dos anos 90, já foram contaminados pelo germe do consumismo.
                Não obstante ser um abrangente relato político e social cubano, o livro é, na verdade, o diário de bordo de uma viagem a  ilha de Cuba que, mais do que uma ilha territorial,  é uma ilha ideológica. 
                Através dele conheceremos o que foi Cuba, o que ela poderia ter sido e o que fizeram dela. 
http://www.vestibular1.com.br/resumos_livros/a_ilha.htm


Memórias à flor da pele
Chega às livrarias o terceiro e melhor livro de Marco Lacerda, As flores do jardim da nossa casa. Como é próprio do estilo do autor, mais uma vez ele conduz o leitor da primeira à última página entre gargalhadas e lágrimas.
http://amaivos.uol.com.br/amaivos09/noticia/noticia.asp?cod_noticia=8780&cod_canal=34

0 comentários:

Postar um comentário