Quer aprender a orar? Leia ' A Cabana'



De todas as invenções que o homem já fez, a mais brilhante foi o livro, com certeza. Bato palmas com gosto pela pessoa que deu a ideia de fazer um livro. Você tem a possibilidade de sair do seu mundo real, ou irreal, dependendo da situação. Você se funde no meio da história, vira parte dela. Sofre junto, vibra junto, aprende junto com os personagens, É fantástico!
E quem gosta de ler sabe que existem diversos tipos de livros. Existem aqueles para passar o tempo, para divertir, para simplesmente ler porque todo mundo está lendo... E existem também livros que mexem com a gente, nos fazem pensar, refletir.
E eu confesso pra vocês que nenhum livro me fez refletir tanto como A Cabana. E eu não podia deixar elogiar esta obra de arte e compartilhá - la com vocês. Definitivamente não é um livro qualquer, que você compra à toa e lê como tal.
Eu li um comentário a respeito dele que diz: "A Cabana é sem dúvida a mais bonita forma de oração que se possa imaginar". Caras, e como é...
O tema central dele é uma questão que todos, TODOS, sem exceção, se perguntam: Se Deus é tão bom, porque ele não evita as coisas? Onde está Deus nas dificuldades? Por que ele causa tantas desgraças? Coisas do tipo. Coisas que eu me perguntava muito, mas que, ao final d'A Cabana, consegui as respostas.
William P. Young, o autor, soube muito bem escrever esta obra, foi minucioso nos detalhes. Na parte em que Mackenzie e Sarayu vão para o jardim, eu consegui sentir o cheiro de todas aquelas flores, árvores, um cheiro doce de canela com alguma outra coisa... ah como é bonito!
A trama gira em torno de Mack, um homem casado, com 5 filhos, mas que um certo dia, sob um descuido, sua filha foi raptada e brutalmente assassinada. A partir daí Mack, que nunca foi lá tão cristão, volta toda a sua ira contra Deus, fazendo aquelas perguntas que havia dito acima. Após alguns anos, ele recebe um bilhete, aparentemente escrito por Papai, convidando - o a ir à cabana, onde aconteceu o assassinato da pequena Missy. Aí começa a história de verdade... Ele passa um final de semana com a Trindade em pessoa! E... ah chega, já falei demais =3
Enfim, se querem as respostas para estas perguntas por favor, leiam A Cabana. É uma leitura fácil, rápida e... comovente. Eu não sei vocês, mas eu chorei no final. (se bem que eu choro com tudo, até com HP, Prison Break e tal...)
Não vou ficar aqui contando detalhes da história, porque isso perde toda a graça. Mas eu lhes confesso que vale a pena, viu?
Ouçam o conselho da tia Flah, e vocês não se arrependerão!
Abraços!

Texto Postado por: http://flahproenca.blogspot.com/

0 comentários:

Postar um comentário