Na Espanha, 36% das mulheres vítimas de violência doméstica

No último ano, 36% das mulheres assassinadas ou maltratadas por seus companheiros na Espanha eram imigrantes. Após a reforma de Lei de Estrangeiros no ano passado, aumentou a proteção às mulheres maltratadas em situação irregular. No entanto, os processos judiciais demoram entre dois ou três anos, lentidão que em várias ocasiões faz com que a situação da mulher seja resolvida tarde demais. Desde janeiro, 700 imigrantes regularizaram sua situação após denunciar maus-tratos por parte dos companheiros. A regularização é uma permissão de residência ao imigrante dada pelo Governo.


http://tvuol.uol.com.br/#view/id=na-espanha-36-das-mulheres-vtimas-de-violncia-domstica-0402183460CC998307/mediaId=8833040/date=2010-12-14&&list/type=tags/tags=6931/edFilter=editorial/

0 comentários:

Postar um comentário