Big Sister

por Kássia Rocha


Acalento seus olhares aflitos, que povoam...
O novo assusta. Esvaem-se os firmes pisares.
Aprender é beleza floral, em margaridas.
Aos olhos grandes que se saciam, deixe-o esperar.
Refletem a cor inexistente ao Amor que cultivas.
Prematuro - alguns amores vêm aos pedaços.
Unidas vamos à busca de ordena-los, encaixa-los.

Seus pequenos pés recalcam-se nos desafios
À espera de sua mão tocar um brio milagroso
Que Deus lance perfumes nas futuras escolhas
De caminhos entre trilhas, floridas ou envelhecidas.
Os frutos vêm com a lida, regras a serem seguidas.
Esperarei a linda flor que abrirá na estação própria.
Troca de estações. Entenderei seus passos e cansaços.

Pequena ingenuidade provoca chuvas, és virtude.
De quem sonha e acredita em todos – em tudo.
Leio e escrevo alguns versos em sua presença.
Ali encontras suas respostas e deixa seu encanto
Ah! Menina manhosa não vivas só de canto
Se achegue, ouça um pouco do que digo – acredite.
Não é apenas um conto, o seu embrulho está a caminho.

Cresceremos, nos encontros e desencontros.
Uniremos nosso pensamento feito raio de luz
Que se chega a todo o momento, um alento.
Dos trovões e sensações conseguimos nos juntar
Sob os cacos recém-pisados, jogaremos pra estrelas.
Nada vai nos derrubar, temos sangue forte e contínuo.
E juntas estaremos lado a lado, nas leituras 
e releituras da vida. 

2 comentários:

@PortalMatrix disse...

LINDO! O amor rompe qualquer fronteira,é lógico e in lógico.É o limiar da loucura. http://andorinhalivreblogspot.com

T. SeMoG disse...

♥ Belo e envolvente de muita sincera ternura ♥

Postar um comentário